Newton

 

Banner Transmissão Ao Vivo

Aplicação de segunda tela desenvolvida na UFPA será apresentada em evento na Bélgica

 

Aplicação de segunda tela desenvolvida na UFPA será apresentada em evento na Bélgica

Entre os dias 3 e 5 de junho deste ano, pesquisadores do Laboratório de Pesquisa e Experimentação em Multimídia da Assessoria de Educação a Distância da Universidade Federal do Pará participarão da Conferência Internacional em Experiências Interativas para Televisão e Vídeos Online, o TVX 2015, com a apresentação de paper científico intitulado “Second Screen Application – Dengue Fever: Prevention through Information” (Aplicação de Segunda Tela – Dengue: Prevenção através da Informação).

O trabalho foi aprovado para a sessão de Demonstrações do TVX 2015 (confira os trabalhos aprovados) e é o único representante da América Latina selecionado para participar do evento. Este consiste na apresentação e demonstração do funcionamento da aplicação-teste para segunda tela que foi desenvolvida por pesquisadores do Laboratório de Desenvolvimento de Sistemas (LADES) da Faculdade de Computação do campus universitário de Castanhal, e do Laboratório de Pesquisa e Experimentação em Multimídia da Assessoria de Educação a Distância (AEDi-UFPA).

O “Dengue Fever: Prevention through Information” (Dengue: prevenção através da informação) permite a sincronização de conteúdos entre a TV e a segunda tela, além de conter informações sobre a Dengue, uma das principais epidemias que atingem a população brasileira. 

 

O desenvolvimento do aplicativo teve como foco aprimorar os conhecimentos a respeito da programação de aplicativos para as chamadas telas secundárias  da produção de conteúdos de para dispositivos móveis, integrando as áreas de Computação e Comunicação da UFPA.

Para o Prof. Marcos César da Rocha Seruffo, coordenador do LADES, “esta publicação materializa o envolvimento que vem sendo estabelecido entre pesquisadores e alunos da Faculdade de Computação de Castanhal com outros núcleos de excelência dentro da UFPA e de outras instituições internacionais”.

O trabalho que será apresentado no TVX 2015 é também fruto da participação dos pesquisadores no projeto de cooperação internacional GLOBAL ITV aprovado na 2ª Chamada Brasil-EU do CNPq em parceria com o Seventh Framework Programme (FP7). A oportunidade estimulou a equipe da UFPA a buscar atualização e aprimoramento no que diz respeito às novas tecnologias de informação e comunicação, estreitar diálogos com possíveis parceiros internacionais, além de proporcionar maior visualização do que vem sendo desenvolvido na Amazônia, em termos de estudos e propostas sobre TV digital e interativa.

O Aplicativo – No Brasil, o processo de desenvolvimento de aplicativos de segunda tela ainda é incipiente. Desta forma, a aplicação-teste desenvolvida pelos pesquisadores da UFPA serve de base para futuros desenvolvedores, estimulando o diálogo entre universidade e indústria, além de ter um cunho social, já que é voltada para uma doença que merece atenção, a Dengue.

A aplicação foi desenvolvida em linguagem HTML5 e pode ser instalada em boa parte dos smartphones disponíveis no mercado. No app há quatro principais serviços:

1)   Sincronização de dispositivos móveis como tablete e smartphones com aparelhos de TV digital interativa, permitindo, assim, que o conteúdo veiculado na televisão seja integralmente e simultaneamente reproduzido nas telas secundárias. A sincronização ocorre a partir da leitura de QR Code;

2)   Jogo interativo do tipo “sete erros”, no qual o usuário deve eliminar os principais focos de proliferação do mosquito Aedes aegypti apenas com o toque na tela. O usuário vence ao eliminar os focos da doença no menor tempo possível;

3)   Página estática com conteúdos informativos extras sobre os sintomas e o tratamento da Dengue;

4)   Integração com a rede social Facebook.

TVX 2015 – Considerado um dos maiores eventos sobre audiovisual e tecnologias para a TV em todo o mundo, o TVX 2015 reúne artigos e demonstrações de pesquisas sobre inovações na área, além de oferecer cursos e workshops para os profissionais e estudantes de diferentes áreas do conhecimento.

Neste ano, o congresso internacional será realizado em Bruxelas, na Bélgica, e foi organizado por pesquisadores da Universidade Católica de Leuven (KU Leuven), também no país. A referida instituição mantém relações com o grupo de pesquisadores da UFPA responsável pelo desenvolvimento do aplicativo Dengue Fever.